Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Glitter Girl Blog

Glitter Girl Blog

21
Fev19

#VERYIMPORTANT Trabalhar antes do mestrado?

A Glitter Girl

***AVISO!!!! Para todos aqueles que são mais sensíveis, este post trata-se apenas da minha opinião e do meu testemunho. It's your life, live it well!***

Oh boy, como descrever a minha vida académica e profissional. Ainda tenho tios a ligaram-me a dizer "então o trabalho?" (vá tias e tios, vamos lá atualizar o sistema, não é só o telemóvel que precisa). Mas vamos só entrar aqui na minha máquina do tempo até ao ano em que licenciei (tudo apostos? cintos de segurança colocados? olhem que não pago a multa de ninguém). 

 

Corria o ano de 2016 (Setembro mais propriamente), e aqui a aspirante a blogger acabadinha de se licenciar em Línguas Aplicadas - vertente de Relações em Empresarias (nome pomposo que os meus pais só conseguiram dizer depois de eu ter o diploma na mão #MaisValeTardeQueNunca), pela FLUP. Nesta altura vi toda a gente do meu círculo a voltar às suas rotinas, aulas, trabalho, o que fosse. Dei por mim entediada, sem energia... só havia uma coisa que me fazia levantar da cama, a box que estava na sala (para puxar as telenovelas para trás, que comecei a ver dado o tempo livre que tinha). Era uma rotina super cansativa (como se ir de pijama da cama para o sofá fosse fácil... não é uma linha reta ok?) e, sobretudo, "sustrona" (como se diz cá no Norte). Passaram-se alguns dias (poucos!) até que os meus pais vieram com a conversa do "e que mestrado queres tirar? e o que é que vais fazer agora à tua vida?". Nunca fui boa a saber o que queria ser "quando fosse grande". Sempre quis ser tanta coisa ao mesmo tempo. A única coisa que eu sabia era que não dava para médica ou para agricultora (two down, the infinity and beyond to go, not bad girl). Sabia que não queria gastar dinheiro a fazer um mestrado que não me identificasse então, sentada no sofá (OBVIAMENTE) comecei a mandar uns CVs para fazer um estágio (ver se me orientava no fundo), que se traduziram em entrevistas. Sabem o que é que isto significou? Compras (mandei aquela desculpa do "preciso de roupa formal" a mim mesma). 

 

Passadas as entrevistas à frente, comecei a trabalhar... Durante, aproximadamente um ano e meio, tive duas grandes experiências profissionais que me levaram a conhecer-me a mim mesma, saber até onde posso ir, o que gosto, o que não gosto e, sobretudo, a aprender INFINITOS MIL AO QUADRADO. Não foi durante o meu estágio profissional que ganhei este conhecimento pessoal e profissional, foi a trabalhar no duro (até pareço uma velha a falar). Foi esta experiência que me deu um rumo. Se foi o certo? Não sei, ninguém sabe.... Se gosto do que me deu? Sim, imenso! 

 

Há milhares de coisas que mudava na minha vida (vá, não faças esse olhar. Eu admito que sou indecisa, ok?), mas não mudava a minha experiência profissional antes do mestrado, nem por nada. Por isso, se estás a ler isto e estiveres indeciso/a sobre o que fazer, faz! Vai e aproveita. O que é um ano? Vais ver que vais ouvir tudo o que vais aprender no mestrado de uma maneira diferente e que, em diversos momentos, vais pensar "espera, eu fazia isto". 

 

De uma indecisa, que arriscou, para ti:

"Vai, aproveita e experimenta!"

Screenshot_20190212_231336.jpg

 

1 comentário

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exactamente Maria, há muita falta de Bom Senso nas...

  • Anónimo

    Concordo a 100%! Excelente post!

  • A Glitter Girl

    Ora nem mais. Zomato, salvando a minha vida desde ...

  • Anónimo

    Quem nunca?

  • Anónimo

    Obrigada pela dica! Vou aproveitar :)

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D